10 de dezembro de 2007

Curiosidades – Errar consciente… marcas do tempo

Aqui ficam algumas curiosidades sobre os "ditos" populares e as suas mutações com o tempo. Reparem como algumas delas para além do "dito" o tempo alterou também o seu significado. Adaptamos aquilo que ouvimos... por aquilo que queremos fazer ouvir.

Popularmente diz-se: "Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho carpinteiro"

Mas o correcto seria: "Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho no corpo inteiro"


Aposto que já disseram: "Cor de burro quando foge."

Mas o correcto seria: "Corro de burro quando foge!"


Quando se quer dizer que é muito parecido com outra pessoa: "Cuspido e escarrado"

Mas o correcto seria: "Esculpido em Carrara." (Carrara é um tipo de mármore)


Mais um "erro" famoso: "Quem não tem cão, caça com gato."

Mas o correcto seria: "Quem não tem cão, caça como gato” (Ou seja, sozinho!)


Outro que popularmente todos erram:"Quem tem boca vai a Roma."

Mas o correcto seria: "Quem tem boca vaia Roma." (do verbo vaiar).
.
.
Curioso...

2 comentários:

Fátima disse...

Pois é...
Nós e a nossa mania de distrocer o significado das coisas de acordo com o que mais nos convem...
Povozinho complicado o nosso!!!!

Um Momento disse...

Só sorri:)))))))))

(*)