13 de maio de 2008

Segunda oportunidade???

Caminha determinado para a falésia… Conhece de cor o Azul que lá se estende, seu acolhedor local de destino, seu companheiro e ouvinte vezes sem conta. Conhece também a distância que ponderou percorrer no desespero.
Por breves momentos prefere respirar fundo… Cerra os olhos, saudando o confidente e sente-se perto do seu limite!
A emoção que se segue é breve e devolve-lhe a lembrança de toda uma vida, no seu peito a sensação do arrependimento… Sente-se levitar como se aprendesse a voar e naquele momento foi livre… Seu coração disparou num ritmo frenético, numa overdose de adrenalina.
Mas no êxtase do momento conhece a salvadora ajuda do destino e balbuciou incrédulo:
“Porque me seguraste, se sabias que não queria ficar???”

10 comentários:

Dias disse...

Cool, egoistamente melancolico para quem fica, mas cool.

É da nossa natureza preservar (pelo menos é suposto ser ;) mas o teu Post fez-me desejar-lhe que se fosse, antes de me trazeres de regresso ha minha humanidade.

Gostei, bastante!!

Abraço

Nuno Alvoeiro disse...

Estás um pensador Amigo :)

Abraço

Miguel Ferreira disse...

Dias: Mesmo perto do nosso limite conseguimos preservar tudo menos nós proprios...
Obrigado pela emoção...

Alvoeiro: Amigo, o objectivo é reflectir, poderar e guardar a emoção para que recordes o momento...

Um abraço forte

Gato Aurélio disse...

De um momento para o outro aparecia um ser humano, um ser vivo a despedaçar a turva campânula de vidro da minha mortal apatia e estender-me a mão, uma mão amável, bela e quente! De um momento para o outro ressurgiam coisas que que me tocavam de perto, em que eu podia pensar com alegria, preocupação, excitação! De um momento para o outro abria-se-me uma porta através da qual a vida irrompia e vinha até mim! Talvez eu pudesse voltar a viver, talvez pudesse voltar a ser um homem... A minha alma, entorpecida pelo frio, quase gelada, voltava a respirar, batia, sonolenta as suas asas miúdas e débeis. Goethe viera ter comigo.

Hermann Hesse in O Lobo das Estepes

;O)

disse...

Quero saber quero!

beijocas

Carla disse...

provavelmente...porque ficar era importante
bjs

Pratas disse...

Mais um bom texto

Abraços

LNeves disse...

OLéééé!!! Vim retribuir a visita e deixar-te um beijinho

***MUAH*** :)

Um Momento disse...

Ai...
Quase "nos" vi a "voar" pela falésia...
Segurou-te porque a vista era linda do local onde estavas...
E com toda a certeza era para ser mais admirada ainda.
Adorei este Texto

Parabéns!

(*)

CamaReira disse...

Adoro também falésias, e o mar. O texto é muito bonito. E a imagem, é mais uma froça da beleza da Natureza no seu melhor.

Beijos