20 de junho de 2008

Mãe Natureza...

Ouve o som aconchegante da caruma e da folhagem seca debaixo dos seus pés. Enquanto caminha encontra espalhados pelo chão momentos e vidas que por ali passaram e teimaram em deixar a sua marca... da pior forma. Tentou perceber porque se fustiga cruelmente a natureza sabendo que dela apenas vitalidade e beleza provem. A dor que o consumia era a dor de quem quer pagar pelos seus pecados, arrependido...
Encosta-se e com as suas mãos cansadas afaga a silhueta de um Pinheiro. Sentou-se em silêncio! Não se mexeu... foi-se fundindo com o bosque e sentiu-se parte daquele espaço natural. Respirou fundo, escutou o choro da natureza e da brisa que levemente o acariciava. E ali se deixou ficar, abraçado por quem o escuta... abraçado por quem o Ama!

5 comentários:

Formiguinha disse...

Lindo!!!

Anónimo disse...

Sim senhor....estou fascinada, não conhecia estes teus dotes.
Parabéns
Susana

Gato Aurélio disse...

O choro da natureza. Existe na natureza uma, espécie de árvore conhecida como Chorão. Seus galhos, finos e longos, recobertos de folhas, também estreitas e alongadas, pendem do tronco em direção ao solo.

A impressão é que seus galhos protegem seu tronco ou que a árvore fecha-se sobre si mesma.
(...)
Se olhamos a árvore com o olhar da imaginação, tudo fica ainda mais bonito. Percebemos que esse espaço sem luz forma uma espécie de cabana, algo bem sedutor para uma criança ou uma pessoa com alma infantil e, imediatamente, surge o desejo de nos abrigarmos entre seus galhos, nos sentirmos acolhidos. Aí, em vez de abraçar tristemente o nada ou este si mesmo solitário, em vez de procurarem enraizar-se em torno de seu tronco, como se quisessem fixar-se, imobilizar-se por não verem outra função, seus galhos podem descobrir outras funções e outros ritmos. Já não dançam sós e tristes, mas abraçados a um outro, alçam seus galhos para cima e para baixo, para os lados, rodopiam. Abrem espaço para a entrada da luz.
(...)

Dany l-Behy Kanaan

;O)

mundo azul disse...

...belo e triste!
Gostei do seu espaço...
Beijos de luz!!!

CamaReira disse...

Tão bonito...
A imagem, bem é simplesmente espectacular, como tudo o que a natureza tem de grandioso.

Beijo.